Sabe quanto custa carregar o telemóvel (gastos com a eletricidade)?

Será que vale a pena retirar o carregador de telemóvel da tomada quando a carga está completa?

Este é daqueles posts só mesmo para “maluquinhos” da poupança, ou nem isso.

É que mesmo que se possa fazer alguma coisa para poupar neste aspecto diário das nossas vidas será sempre uma poupança tão ridícula que não estou a ver ninguém sequer a preocupar-se com isso.

Medi o carregamento minuto a minuto durante 1 mês

Como já vos disse várias vezes, tenho um aparelho em casa que mede todos os consumos de eletricidade minuto a minuto e em tempo real. Depois, na internet posso ver o gráfico do comportamento da eletricidade de minha casa (tipo eletrocardiograma). Ando a fazer isto aparelho a aparelho. Sim, há quem colecione selos ou restaure automóveis, eu divirto-me com estas coisas :).

Quanto custa carregar o telemóvel?

Durante um mês registei o consumo do carregamento dos telemóveis numa determinada tomada. Por vezes só está a carregar 1 telemóvel, às vezes 2 e noutras situações também está a carregar um pequeno tablet. Portanto, estes dados referem-se – nos picos – ao carregamento de 3 aparelhos. Este é o “eletrocardiograma” desses carregamentos. Em muitas situações – diria a maior parte do tempo – só estão os carregadores na tomada sem carregar nada. Não me dou ao trabalho de os retirar (há quem o faça).

quanto custa carregar o telemóvel

Portanto, como podem ver, quando carregamos os telemóveis o consumo de eletricidade é tudo menos estável. Por exemplo, usar o telemóvel enquanto carrega consome obviamente mais. Eu sei que é óbvio, mas eu avisei que este artigo é para viciados nestas coisas. Se acha que isto é uma perda de tempo pode saltar já do comboio.

Quanto gasta por dia por carregar o telemóvel?

Posto isto, o máximo diário que o carregamento de 3 aparelhos teve ao longo dos últimos 30 dias foi de 0,084 kWh.

Multiplicando esse consumo por 0,20 € (o valor com IVA do kWh que pagamos em média na fatura da luz) dá a fantástica quantia de 0,0168 €. Ou seja, não chega – no máximo – a 2 cêntimos por dia. Dá menos de 50 cêntimos por mês.

Portanto, em resumo: Desligar o carregador da parede ou da tomada parece-me uma poupança negligenciável. Ou seja, pode fazê-lo, mas o consumo de carregar o telemóvel é tão pequeno que diria que não dá para o esforço de o retirar da tomada cada vez que o carregamento fica completo.

Se fizer questão de o fazer por razões ambientais ou outras, tudo bem. Mas do ponto de vista puramente financeiro, não é relevante.

 

Artigo adaptado de:
contaspoupanca.pt/2017/10/10/quanto-custa-carregar-telemovel/

Receba as novidades do Blog no seu email:

Irá receber um email com um link de confirmação. Não se esqueça de clicar nesse link.

Author: PLE

Share This Post On

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *